3.7.09

Achar que vai Ganhar.


Me fizeram crêr que era preciso ter fé. Fé que eu digo é acreditar que há, em algum lugar, uma força, uma entidade, um ser maior que controla os acasos da vida, que controla o que acontece e o que não acontece; se a folha cai ou não cai; se a pedra raxa ou não raxa; se a nuvem quebra ou não quebra.
O importante de crêr, de ter fé, é exatamente o sorriso com que você acorda - eu sintia falta desse sorriso, dessa emoção de 'mais um dia' - é importante você estar pronto prum acaso, pruma coincidência, prum erro que acaba sendo acerto. E tudo isso proporcionado pela força/entidade/ser maior que você tem fé que existe.
Confesso que sou muito antropocentrica nessas questões, afinal o homem é responsavél pela série de fatos que o ocorre, afinal nós somos seres racionais ( concordo que as vezes num parece ) que sabemos que um passo em falso pode ser fatal, e que um novo caminho na volta do supermercado pode gerar um assalto, ou um encontro com um amigo distante. 50% de chance, oras. RACIONALIDADE.
Muitas pessoas que eu admiro e respeito muito discordam desse fé incomensurável que alguns têm.Não discordam da fé em si, mas sim do que essa fé cega provoca no comportamento humano, no comportamento de quem sente essa fé, essa certeza de que tudo vai ficar bem, ou que tudo aconteceu porque tinha que acontecer.
Então o que fazer se você duvida se algo existe ou não?
O que fazer se o duvidoso pode proporcionar um conforto pra você, mas você, na tua parte racional, sabe que esse conforto pode ou não pode - o lance dos 50% - ser pura ilusão, puro controle de massa, ou pode ser uma espécie de rémedio para os desesperados, pode ser a famosa mão acolhedora de que tantos livros falam.
Tenho medo de acreditar, de ter fé, de lutar acreditando que vou ganhar, e estar sendo hipócrita. Mas tenho medo também de ser alguém realista demais, alguém que não acredita que 51% pode ser um percentual já bom; tenho medo também de me tornar alguém previsível demais, descrente demais. Porque comigo é assim, eu confio desconfiando;

Um comentário:

J.R disse...

FÉ em VOCÊ! Penso que a reposta está aíí...


bjãoo.