23.8.09

Declaração do meu conto.






Espero que perceba o charme,

o sentido e a intenção da noite,

meu presente à você,

para nunca esquecer de
como é fácil meu desarme.
O escuro toruxe o desconhecido

para perto de mim,

me fez mudar; olhar a Lua

e ter certeza que ea sempre foi tua.

Sem descutir o porquê do tempo perdido.

A chama sufocada pela umidade

representa a solução do meu coração,

que ao te ter, parece dançar,

sem ao menos questionar.
Ele não quer saber de vaidade.

Enobrecido pelo tempo justo

e criando pela vida cômica,

venho mostrar quão sincera sou

e pedir teu santo amor.

Falar que o quero a todo custo.

Então venha estrela cadente,

ilumine minha moradia ilustre,

seja o Sol na escuridão,

brilhe com todo o calor de cão.

Venha e traga meu presente.



Um comentário:

J.R disse...

Bonito mana!!!

Bjãooo!!