20.3.09

Ter por Raro


Terporar.
é: o mato matado.
o amor amado.
o desejo desejado.
0 sonho sonhado.

Eu amo sorvete
e chocolate,
pois dos tempos tenho saudade.
A vivacidade de meus atos
são como as asas
do engaiolado. Pronto e armado.

As cores tentam se mostrar
e a dor desse antro não me convence...
me torna dormente,
sem gritos ensurdecedores e
nem falas impróprias.

Estou disprovida de vida.
É chato ler,
ainda mais viver.
Joaninhas se beijam,
o Sol despeja a falsa lâmpada
sobre corpos beldos.
Mas, belos.

Mato o matar.
Amo o amar.
Desejo o desejar.
Sonho o sonhar.

Um comentário:

Paulo Vitor Cruz disse...

bacana esse, coleguinha...gostei do espirito da coisa...

abs.