16.7.09

Esperança Mora Na Casa Da Liberdade III


Eu esperava que eu não fosse tão criança a ponto de ainda chorar com os filmes, com as musicas, mas eu não sei por que, eu não quero saber por que de toda essa melancolia, porque tudo na minha vida tem que ter sentido e isso me obriga a crer, isso me obriga crer na racionalidade da vida, e isso eu não quero, eu quero ver que tem mágica, eu quero ver que existem almas gêmeas, que ao se encontrarem sentem, vibram, olham nos corações e têm a certeza que aquela pessoa é um pedaço de você, é uma parte tua, e que fique bem claro, nós fomos divididos em vários irmãos, em varias partes, são centelhas minhas espalhadas por todo esse mundo, talvez ai um dos motivos para que eu viaje como a mochila nas costa toda essa imensidão de água e terra, todo esse universo chamado Terra, chamado Planeta Água.


* CONTINUA NO PRÓXIMO POST. NÃO PERCAM ! *

3 comentários:

Melanie Brown disse...

..."tão criança a ponto de ainda chorar com os filmes, com as musicas"...

Então eu ainda não cresci minha linda, e nem quero...

J.R disse...

AHHH!!! Vcs estão muito complexas!!

Bruna Berri disse...

A magia pertence aos olhos de quem vê, apenas para quem quer ver, quem se permite ver.
É preciso erguer a cabeça mil vezes para poder enxergar as estrelas, é preciso envelhecer mil anos para perceber que nunca crescemos, é preciso viver... além de existir.
Belos textos querida.