2.5.10

Preciso tanto.


Você não vai entender o motivo das minhas dores, e isso é a coisa mais natural do mundo, quem vai entender esse transbordamento de emoções em pleno dois de maio? Quem entende o fato de chorar de tristeza sendo que só se tem alegria pra viver? Ninguém entende mesmo.
Sinto falta de você, seja quem for você. Sinto tanta a falta do seu cheiro quando acorda, aquele cheiro que a noite passada deixa impregnada na gente, aquele seu cheiro que é só teu, seja lá quem você seja.
Gosto muito desse seu sorriso. Seus dentes são tão perfeitos que parecem os meus, sabia? Esse formato da tua boca quando fala ‘ farofa ‘ é tão bonitinho. Seus lábios são os mais doces, são os mais melados, são os mais provocadores da face da Terra. A sua língua então, nem se fale, Ela já percorreu tantos caminhos que nem sabe mais qual língua que fala. Seu sorriso é mágico, seja lá quem for você.
Lembro todo dia do seu ‘ eu te amo ‘. É tão verdadeiro que até o mais cético iria acreditar. As palavras saem da tua boca como se saíssem do coração, sem passar por mais nenhum lugar. Sua voz me acalma, por isso gosto muito quando você me interrompe, me distraindo para não começar a chorar de novo. Sua voz mais o seu ‘ eu te amo’ formam uma dupla tão imbatível que nem Batman e Robin conseguirão me convencer de que eles podem salvar o mundo, e não o seu ‘ eu te amo ‘.
O deslumbrante talvez não seja nem o seu ‘ eu te amo ‘, mas talvez seja o jeitinho com que você fala mesmo eu não sabendo quem é você.
Faz-me falta teu colo. Teu rosto, tua face. Teu suor. Tua respiração ofegante quando corre atrás de mim. Faz-me falta seu ciúmes, tuas brincadeiras, teu charme. Faz-me falta por completo.
Você nem chegou e já arrancou do meu ser uma quantia incomensurável. Você nem deu as caras pra mim e já sabe exatamente como eu sou, o que eu quero, e como eu vou ser feliz.
Você completa-me de um jeito bem hipotético, bem bolado, bem utópico, bem amor-conto-de-fadas.
Você existe mesmo eu não tenho a mínima ideia de onde esteja, ou com quem está, ou se está a minha procura. Mas você existe. Preciso acreditar que você existe.
Sinto falta da tua existência perto de mim. Sinto falta de você perto de mim. Sinto tua falta, senhor alguém-que-eu-não-sei-quem-poderá-ser.

2 comentários:

'A Bailarina' Site de Luciana Arruda disse...

vocÊ é linda. menina linda.
um beijo!

Hosana Lemos disse...

é tanta falta que chega a doer...
é terrível, é triste!
=/
mas há de passar...