22.8.10

A Estrada da Vida



Um fato é a vida, aliás, um fato que nos faz abrir os olhos para o real.Ao entendermos o sentido dessa existência estaremos descobrindo o mundo.
Esse mundo nos eleva à condição de seres pensantes, porém, sujeitos a errar em certas horas da vida, e são essas momentos que nos alimentam a acertar o que erramos por não saber o caminho.
Encaramos a vida como a chance de aproveitar o mundo e tudo que ele nos proporciona.Entretanto, é claro, desfrutar do mundo é bom quando há companhia, assim aparece essa vontade desenfreada de acharmos o grade amor da nossa vida.
Reparos de erros, amores de tirar o fôlego, felicidades momentâneas, sucesso, sonhos, tristezas e muitas lágrimas, não há como deixar de ter gosto por viver, independentemente do real sentido da nossa presença aqui, nós vivemos e não estamos sozinhos.
A tentativa de acerto e de realizações satisfatórias, seja no amor, na carreira ou pessoal, é o grande combustível da máquina humana que vive nessa grande indústria mundial.Somos humanos com gosto de vencer e de ser, e para isso precisamos seguir o sentido mão única da vida: a felicidade interior.


*redação feita na escola, dia 11/8/2010 com o tema: Sentido da Vida.