31.1.09

Os Feitos Do Mundo


eu fiz o que todo os apaixonados fazem

nos dias chuvosos, nas madrugadas de insônia

e na noite enluarada...

Eu achei o amor, as lágrimas que caem

do nosso rosto quando nada sai do nosso gosto,

quando percebemos que tudo não passou de uma piada.


você fez o que todos os homens fazem

nas noites sem mim, nas viagens de faculdade

e no boate do centro

Você se recusou a enxergar além,

além da gente, além do presente que

reprensentava toda a felicidade aqui de dentro.


Nós fizemos o que todos os casais fazem

nas festas familiares, no colégio

e no teu quarto

Nós fingimos ter aquela bela carruagem

que nos levaria pra longe do tédio,

da rotina de estarmos fartos.


o tempo fez o que ele sempre faz:

corroeu nosso sentimento,

ocultou, sobre o fato, qualquer entendimento.

desmanchou meu respeito,

naufragou meu espaço, trincando seu coração de aço!


Tudo acabou, e isso todo mundo me avisou.

Um comentário:

Paulo Vitor Cruz disse...

aha, berlos versos moça...fico feliz por te ver "começar a gostar deles"...risas...espero que venham, muitos outros pra galeria...

bai.