30.12.09

Deseje um feliz 2010

Um calor de me matar me diz que os ventos vão parar por aqui, e boas novas não virão, ou, virão por outros meios.
Uma chuva de verão sem brisa, uma chuva que molhe minha plantação de sonhos e meu cálice de desejos.
Isso, uma chuva.Um banho de chuva que me faça entender o que eu vejo e não enxergo realmente.
No final de dezembro eu encaro nos rostos das pessoas a verdadeira face de esperança. Quem teve um ano desastroso, quer melhoras o ano que vem, quem teve um ano maravilhoso, quer que continue assim.As pessoas querem. As pessoas, e inclusive você e eu, queremos.
Então eu acho que é isso. O querer está presente 24 horas em mim e em você. O querer. Não é o amor, nem a tristeza e nem a solidão como eu imaginava.
Não é não, é realmente o querer.Você pode querer não ser sozinho,ou querer.Você pode querer encontrar um grande amor, e não ter um amor em si.É complicado mas é até besta de entender.
As pessoas desejam ter, querer. E o que as preenche, é a consequencia do teu querer conseguido.Sinto que quero demais, meu eu lírico.
Você deseja tanta coisa, que parece um consumista em um shopping em liquidação. Você quer. Você precisa porque querer te faz bem.
O que seria da vida se ninguém quizesse nada? Para se ter uma ideia, depressivos querem a morte e mortos querem a vida.
Chegamos então no ponto em que, no mundo capitalista e dignamente sociável, uns trocam desejos com os outros. Sim, uma espécie de troca de presentes... arriscando um amigo secreto.
Quero meu amor eterno, minha alma gêmea, ja coloquei na minha lista de presentes de natal.Minha tarefa ardua então é apenas descobrir uma lista de natal, por esse mundo a fora, que esteja escrito ' Maria Lucia '.
As coisas assim ficam mais simples de se compreender. Você deseja algo que alguem talvez não quer mais, ou o que alguem está totalmente louco pra emprestar, pra dividir, pra te dar.
Surge assim as trocas. Conscientes ou não. Te dou meu amor se você me der um filho. Você me traz felicidade se eu te trouxer paz. E assim por diante.
Quando encontramos pessoas que desejam muito alguma coisa, que procuram muito, em todas as lojas de shopping gigante, nós acabamos percebendo pelo brilho dos olhos, pela pureza dessa busca,pela sinceridade de um desejo.
Você que deseja tanto tua boneca que faz xixi de verdade, sabe quando encontra uma amiga que deseja tanto a Barbie Princesa. E assim vcê acaba lembrando que sabe onde arranjar essa Barbie e que tua amiga lembrou que achou uma boneca que faz xixi de verdade por ae.
Vocês trocam os presentes; se completam e continuam a jornada: você em busca desenfreada por uma frauda para essa boneca, e a tua amiga em busca enfurecida pelo vestido da Barbie. Mas nenhuma das duas esquece quem conseguiu a boneca, e quem conseguiu a Barbie, como não vão esquecer de como conseguiram a frauda e o vestido.
Assim a vida eh feita de desejos e lembranças dos desejos.
Portanto, só me resta desejar, meu eu lírico. Só me resta nadar nesse mar de sonhos e desejar.
Desejo um ano de muita troca de presentes.Mas pra isso, vcê precisa deixar exposta a tua lista de presentes, afinal, papai noel não existe, e nem sempre quem se comporta melhor é quem sai ganhando.
Arrisque: deseje trocar presentes. Dê o que vcê tem de melhor, pois alguem pode estar desejando isso.
Exponha sem medo os teus sonhos, pois alguem pode realizá-lo
E se esse alguem for você... ah, meu eu lírico, eu te desejo sorte, nem sempre a concorrencia é válida nesse jogo. Você e você querem as mesmas coisas... quem achar primeiro ganha.Só não esqueça que temos mil facetas e que as vezes elas se completam só pelo fato de serem diferentes, e se são diferentes, querem coisas opostas, desejam coisas diferentes.Aí sim é um problema.
Então sacie você, depois você. Acho que assim você ganhará esse jogo, essa brincadeira de pedir e receber, de suplicar e ganhar, de esperar e achar.
Aposte, queira, teime, sonhe, ande, mova, abra os olhos, exponha-se, viva! - por mais duro que seja.



29-12-2009

2 comentários:

Paulo Vitor Cruz disse...

curti a parte das 'trocas'... por mais candido e inconsciente q seja, o ser humano tende a fazer essas 'trocas' o tempo todo... (mesmo os bichos homens mais bonzinhos ajudadores de pessoas estão buscando algo ali em troca daquilo...) ...o díficil mesmo é conviver com a certeza de q acabamos por ser movidos a nossos interesses...

*feliz ano novo p vc... e tudo de melhor...

besitos.

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Caramba, amei o texto. Realmente as pessoas querem demais, eu quero demais. Só não podemos mesmo é deixar ficar só no desejo, na espera deque alguém faça tudo por nós. É como você afirmou no fim do post: é necessário arriscar-se.

E trocar muitas coisas - não o que temos de pior, mas de melhor.

É claro que estou te seguindo*