7.3.11

quero dizer que deu certo


Conversamos e aquele brilho dos teus olhos simplesmente sumiu. Como pode ser assim, tão bipolar? Mais que eu ainda.
Será que esquecemos que vai ser sempre amor entre a gente?
É aqui, nesse carnaval chuvoso que eu sinto a tua falta. Tudo bem que meu coração já não agüenta mais sentir falta das coisas, mas o que eu queria que todos entendessem é que eu preciso de respostas ou preciso aprender a viver sem elas. Então qual será o mais fácil? Procurar/inventar respostas ou ter paciência para viver sem elas? Não sei e esperaria que você soubesse.
Ultimamente as palavras não têm saído de mim; elas transformaram-se em sentimentos horríveis que não se acalmam nem com os meus comprimidos. Tempos difíceis vieram, eu falei que sabia que tempos assim estavam por vir.
Cansei de pedir desculpas e você cansou de ouvi-las, e também não adiantaria, não é? A raiva que eu algum momento pude sentir foi só amor encubado.
Ontem foi maravilhoso e hoje já acordo com esse fardo de dia terrível. Culpa da chuva. Culpa minha, Culpa tua. Culpa.

3 comentários:

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Talvez a culpa não seja de ninguém, ou só da vida. Todo mundo é complexo e multifacetado, mas tudo seria bem mais simples se fosse diferente...

Gostei do texto.

Naia Mello disse...

Sabe, hoje por ser um dia terrível, mas amanhã será um longo e maravilhoso dia. Não se esqueça disso.

Melanie Brown disse...

Tão forte quanto triste. Tão voce... Viva!!!!!